Baixe o estudo completo

Panorama da Previdência Social no Brasil

QUAL É O IMPACTO QUE A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL PODE TER PARA A PREVIDÊNCIA SOCIAL?

A Previdência Social no Brasil pode ser dividida em 4 principais áreas: Arrecadação de Contribuições, Pagamento de Benefícios, Operações Internas e Atendimento ao Cidadão.


Para cada uma delas, foram identificados os principais problemas existentes, o impacto negativo decorrente e os potenciais resultados oriundos da aplicação de Tecnologias Digitais.


O estudo tem o objetivo de compartilhar experiências sobre a digitalização de uma política pública estruturante, como a da Previdência Social, demonstrando que é possível economizar recursos públicos por meio da tecnologia, e, principalmente, melhorar a qualidade da oferta à população.


Boa leitura!

Preencha o formulário abaixo e acesse o estudo completo

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Tecnologia pode auxiliar na arrecadação

O sistema previdenciário brasileiro deixa de arrecadar, por ano, R$ 66 bilhões com a inadimplência fiscal, outros R$ 62 bilhões com fraudes, sem contar as perdas de R$ 33 bilhões com a não-aderência dos informais, resultando em um total aproximado de R$ 161 bilhões. A notícia positiva é que a tecnologia é uma grande aliada para otimizar a eficiência e a efetividade de políticas públicas da Previdência Social.

Digitalização da Previdência no Mundo

O estudo mapeou 24 casos de uso de Tecnologias Digitais implementados em 15 países. Todos os casos encontrados convergem para resolver problemas e atacar pontos críticos das 4 grandes áreas do sistema previdenciário: Arrecadação de Contribuições, Pagamento de Tributos, Operações Internas e Atendimento ao Cidadão.

Potenciais resultados da digitalização

As oportunidades de melhoria no atendimento da previdência brasileira se referem à: redução do tempo de espera; maior clareza e transparência de informações e redução de custos migrando canais de atendimento.

Pilares da Transformação Digital

Um dos grandes desafios da transformação digital é não digitalizar a burocracia, mas sim, otimizar processos, unificar dados, focar no cidadão e oferecer as melhores soluções tecnológicas em serviços para a sociedade. Para que a Transformação Digital possa se concretizar efetivamente, é preciso garantir o equilíbrio entre a adoção de tecnologias, alterações na cultura organizacional e nos processos internos.

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.